jump to navigation

Novas memórias 08/04/2010

Posted by admivan in Blog e Eu.
Tags: ,
add a comment

Atenção!

Depois de um ano no WordPress, decidi voltar para o bom e velho Blogger.

Por isso, gostaria que todos os visitantes do Memórias e Além conhecessem meu novo blog: Novas memórias

http://novasmemorias.blogspot.com

Algumas postagens do Memórias e Além foram transferidas para lá.

Estou aberto a feedbacks, duvidas, reclamações, sugestões e pedidos.

ok!

Abraços a todos

Geração T.E.E.N. – Transei e esqueci o nome 03/04/2010

Posted by admivan in interessante, Leitura, Social.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Neste livro, Marty Beckerman discute o comportamento sexual e amoroso dos adolescentes através de uma ficção, intercalada por relatos reais (muitas do próprio autor), além de estatísticas e reportagens.

O nome original do livro é “Generation S.L.U.T – Sexually liberated Urban Teens ”  que em português significa: “Geração safada – Adolescentes urbanos sexualmente liberados”.

O autor, de apenas 22 anos, narra, sem pudores, detalhes sobre a vida sexual dos jovens americanos. O livro, entretanto, pode ser facilmente relacionado com a realidade brasileira.

Segundo pesquisa feita no Rio pelo Laboratório UniCarioca de Pesquisas Aplicadas, 25,63% das pessoas entre 17 e 25 anos dizem que não se lembram do nome de um ou mais parceiros que já tiveram. Já 45,5% dos entrevistados disseram que sexo casual é normal.

O livro deu origem a um filme lançado pela HBO.

E você… já esqueceu o nome de alguma pessoa com quem fez sexo?

Dados técnicos:

Nome: Geração T.E.E.N. – Transei e esqueci o nome

Editora: Ediouro

Autor: MARTY BECKERMAN

ISBN: 8500016124

Origem: Nacional

Ano: 2005

Edição: 1

Número de páginas: 236

Acabamento:Brochura

Formato: Médio

Preço: Em torno de 29,90

Bookes: realize seu sonho de ser escritor 08/03/2010

Posted by admivan in interessante, Internet, Leitura.
Tags: , ,
add a comment

“Com o Bookess você pode realizar seu sonho de ser escritor, assim como o Guitar Hero realiza o de ser músico.

– Update or Die – HSM

conheça
http://www.bookess.com/

Homenagem da fiel torcida 22/01/2010

Posted by admivan in atualidades, Vídeos.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

100 anos de história!

Veja a homenagem da fiel torcida!

Corinthians minha vida

Corinthians minha história

Corinthians meu amor

Viva o timão!

O medo de Lilly Allen 17/01/2010

Posted by admivan in atualidades, Música.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Fico imaginando: Será que a Lilly Allen assistem BigBrother? Porque ela simplesmente escreveu uma música que fala diretamente dos participantes do Reality Show.

Leiam a letra traduzida abaixo e vejam como ela caracteriza o tipo de pessoa que participa do programa.

[O Medo]
Eu quero ser rica, e quero muito dinheiro
Eu não me importo com inteligência, eu não me importo com divertimento

Eu quero muitas roupas e montanhas de diamantes
E eu ouvi que as pessoas morrem, enquanto tenta pegá-los.

Eu tirarei minhas roupas e isso não será vergonhoso
Porque todo mundo sabe que é assim que se fica famoso
Eu olharei para “The Sun” e olharei “The Mirror”
Eu estou no caminho certo, yeah estou prestes a ser uma vencedora

(Refrão)
Eu não sei mais o que é certo nem o que é verdadeiro
Eu não sei mais como devemos nos sentir
Quando tudo vai ficar claro?
Porque eu estou sendo tomada pelo medo

A vida é sobre estrelas de cinema e não sobre mães
É tudo sobre carros rápidos ultrapassando uns aos outros
Mas isso não importa porque eu tenho cartão de crédito
E é isso que faz da minha vida tão fantástica.

Eu sou uma arma de consumo em massa
E isso não é minha culpa, foi como eu fui programada.
Eu olharei para o sol e olharei no espelho
Eu estou no caminho certo Vou ser uma vencedora

(Refrão)
Eu não sei mais o que é certo nem o que é verdadeiro
Eu não sei mais como devemos nos sentir
Quando tudo vai ficar claro?
Porque eu estou sendo tomada pelo medo

Esqueça sobre armas e esqueça sobre munição
Porquê eu estou matando a todos com minha pequena própria missão
Eu não sou uma santa mas não sou uma pecadora
Tudo está bem Desde que eu esteja emagrecendo

(Refrão)
Eu não sei mais o que é certo nem o que é verdadeiro
Eu não sei mais como devemos nos sentir
Quando tudo vai ficar claro?
Porque eu estou sendo tomada pelo medo

Vingança do Homem 07/01/2010

Posted by admivan in interessante, Leitura.
Tags: , , , , , , , , , , ,
2 comments

Este texto é de Luis Fernando Veríssimo , levemente editado.

Eu nunca havia entendido porque as necessidades sexuais dos homens e das mulheres são tão diferentes.

Nunca tinha entendido isso de ‘Marte e Vênus’. E nunca tinha entendido porque os homens pensam com a cabeça e as mulheres com o coração.

Uma noite, na semana passada, minha mulher e eu estávamos indo para a cama. Bem, começamos a ficar a vontade, fazer carinhos, provocações, o maior TESÃO e, nesse momento, ela parou e me disse:

– Acho que agora não quero, só quero que você me abrace…

Eu falei:

– O QUEEE???

Ela falou:

– Você não sabe se conectar com as minhas necessidades emocionais como mulher.

Comecei a pensar no que podia ter falhado. No final, assumi que aquela noite não ia rolar nada, virei e dormi.

No dia seguinte, fomos ao shopping. Entramos em uma grande loja de departamentos. Fui dar uma volta enquanto ela experimentava três modelitos caríssimos.

Como estava difícil escolher entre um ou outro, falei para comprar os três. Então, ela me falou que precisava de uns sapatos que combinassem a R$ 200,00 cada par.

Respondi que tudo bem. Depois fomos a seção de joalheria, onde gostou de uns brincos de diamantes e eu concordei que comprasse. Estava tão emocionada!!!

Deveria estar pensando que fiquei louco. Acho até que estava me testando quando pediu uma raquete de tênis, porque nem tênis ela joga.

Acredito que acabei com seus esquemas e paradigmas quando falei que sim. Ela estava quase excitada sexualmente depois de tudo isso.

Vocês tinham que ver a carinha dela, toda feliz! Quando ela falou:

– Vamos passar no caixa para pagar, amor?

Daí eu disse:

– Acho que agora não quero mais comprar tudo isso, meu bem… Só quero que você me abrace.

Ela ficou pálida.

No momento em que começou a ficar com cara de querer me matar, falei:

– Você não sabe se conectar com as minhas necessidades financeiras de homem…

Vinguei-me!

Em 2010, precisa-se de: 31/12/2009

Posted by admivan in Social, Vídeos.
Tags: , , , , , ,
1 comment so far

Vejam esta propaganda do @Santander_br que eu achei simplesmente fantástica.

Destaco a frase: Precisa-se de um mundo melhor para nossos filhos e filhos melhores para o nosso mundo.

Vamos fazer juntos?

Agradecimentos de 2009 30/12/2009

Posted by admivan in Blog e Eu.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far
Este sou eu. Seria impossível colocar a foto de todos a quem sou grato!

Mais um ano se passou e mais um está chegando por aí.

Confesso que tenho pouco a reclamar destes 12 meses que, definitivamente mudaram a minha vida por completo e quero utilizar este espaço para agradecer a todos os que colaboraram para fazer deste ano um ano fantástico.

Obrigado ao pessoal da AIESEC em Goiânia, por todo o desenvolvimento que eu consegui junto com vocês. Em especial às equipes de Gestão de Projetos, InComing Exchange e Gestão de Talentos.

A AIESEC mudou meu estilo de vida e eu sou muito grato a isso.

Obrigado a todo mundo que contribuiu para a fundação da empresa Junior de administração da UFG, Íntegra Administração Junior. Foi, e continua sendo, uma experiência única pra mim.

Obrigado aos auditores e gestores da Mapah Auditores independentes, por tudo que foi possível aprender trabalhando junto com vocês.

Obrigado aos meus amigos físicos e virtuais, por todo o tempo que passamos juntos e por tudo que podemos compartilhar agora.

Obrigado a minha família, por tudo que fizeram por mim.

E, é claro, um obrigado muitíssimo especial para minha namorada Bárbara, por, ano após ano, me convencer de que é com quem eu quero passar o resto da minha vida!

Espero que continuemos todos unidos em 2010, com muita paz, amor, alegria e aprendizado.

Um feliz fim de ano para todos!

Minha lista de natal 24/12/2009

Posted by admivan in Música.
Tags: , ,
2 comments

Já é tradição eu postar essa música no natal.

A música é My Christmas List do Simple plan.

Nunca se esqueçam do verdadeiro significado do natal.

Papai Noel está vindo hoje à noite
E eu quero um carro e eu quero uma vida
E eu quero uma viagem de primeira classe para o Havaí
Eu quero pacotes de skittles para a vida toda e tortas de
esquimós
Eu quero um DVD, uma TV com tela enorme…

[Refrão]
Só me traz coisas que não preciso
Porque agora é Natal e eu quero tudo
Eu simplesmente não consigo esperar
Natal, então não pare de gastar…
Eu quero um milhão de presentes, é isso ai…
Não esqueça a minha lista de Natal hoje à noite
Porque agora é Natal!

Alguém pode me tirar daqui
Ou me dar uma máquina do tempo para me levar
Direto para meia noite, eu ficarei bem!
Eu quero uma garota na minha cama
Que sabe o que faz
Um Playstation 2
Eu quero sair gastando dinheiro com compras
Na cidade de Nova York

[Refrão]
Só me traz coisas que não preciso
Porque agora é Natal e eu quero tudo
Eu simplesmente não consigo esperar
Natal, então não pare de gastar…
Eu quero um milhão de presentes, é isso ai…
Não esqueça a minha lista de Natal hoje à noite
Porque agora é Natal!

Eu queria poder pegar esse dia
E fazer ele durar para sempre
E não importa o que eu ganhar hoje à noite
Eu quero mais…
É Natal e eu quero tudo
Eu simplesmente não consigo esperar
É Natal e eu quero tudo agora

Natal e eu quero tudo
Eu simplesmente não consigo esperar
Natal, então não pare de gastar…
Eu quero um milhão de presentes, é isso ai…
E eu não consigo esperar até meia noite
Não esqueça a minha lista de Natal hoje à noite

Porque agora é Natal
(Não posso esperar pro Natal)
Porque agora é Natal
(Não posso esperar pro Natal)
Porque agora é Natal
(Não posso esperar pro Natal)

Diabólica – Parte final 17/12/2009

Posted by admivan in Leitura, Textos.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Autor: Nelson Rodrigues

Livro: A vida como ela é

Conto: Diabólica

Parte Final

SONSA

No dia seguinte. Alicinha passa por ele e pisca o olho: “Deixei de ser criança!
Já não sou mais criança!” Isso poderia significar pouco ou muito. De Qualquer forma, desconcertado, ele chegou a transpirar. Mais dois ou três dias, e Alicinha vai procurá-lo no escritório. Senta-se a seu lado; diz: “Você tem medo de mim?” O pobre-diabo gaguejou: “Por quê?” E ela, com um olhar intenso, não de criança, mas de mulher: “Tem, sim, tem!” Parece divertida. E, subitamente, séria, ergue-se e aproxima-se. Estavam no gabinete de Geraldo. Alicinlia inclina-se, pede:

— Um beijo.

Lívido, obedeceu. Roçou, de leve, a face da pequena. Ela insistiu: “Isso não é
beijo. Quero um beijo de verdade.” Geraldo levanta-se. Recua, apavorado como se aquela garota representasse uma ameaça hedionda. Numa espécie de soluço, diz:
“Eu amo minha noiva! Amo tua irmã!” E ela, diante dele: “Só um!” Petrificado,
deixou-se beijar uma vez, muitas vezes. E não podia compreender a determinação implacável de uma menina de 13 anos. Antes de sair, ela diria: “Você é meu também!” E o ameaçou, segura de si e da própria maldade: “Vou te avisando: se começares com coisa, eu direi a todo mundo que houve o diabo entre nós!” Geraldo arriou na cadeira; uivou:
— D e m ô n i o ! D e m ô n i o!

O BEIJO
Foi, desde então, um escravo da menina. E, coisa interessante: ao mesmo
tempo que se sentia atraído, tinha-lhe ódio. Sentia, nela, uma precocidade hedionda.
E, por outro lado, era um fraco, um indefeso, um derrotado. Até que, uma tarde, entra numa Delegacia; soluçando, anuncia: “Acabei de matar minha cunhada, Alice de tal, num lugar assim, assim.” Ainda prestava declarações, quando Dagmar invade a Delegacia. Passara pelo lugar em que Alicinha fora assassinada; vira a irmã, de bruços, com o cabo do punhal emergindo das costas. Então, fora de si, correu para a Delegacia. E houve uma cena que ninguém pôde prever. Avançou, apanhou entre as mãos o rosto do noivo e o beijava, na boca, com loucura. Foi agarrada, arrastada.
Debatia-se nos braços dos investigadores. Gritava:
— Oh, graças! Graças!…

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.