jump to navigation

Agradecimentos de 2009 30/12/2009

Posted by admivan in Blog e Eu.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far
Este sou eu. Seria impossível colocar a foto de todos a quem sou grato!

Mais um ano se passou e mais um está chegando por aí.

Confesso que tenho pouco a reclamar destes 12 meses que, definitivamente mudaram a minha vida por completo e quero utilizar este espaço para agradecer a todos os que colaboraram para fazer deste ano um ano fantástico.

Obrigado ao pessoal da AIESEC em Goiânia, por todo o desenvolvimento que eu consegui junto com vocês. Em especial às equipes de Gestão de Projetos, InComing Exchange e Gestão de Talentos.

A AIESEC mudou meu estilo de vida e eu sou muito grato a isso.

Obrigado a todo mundo que contribuiu para a fundação da empresa Junior de administração da UFG, Íntegra Administração Junior. Foi, e continua sendo, uma experiência única pra mim.

Obrigado aos auditores e gestores da Mapah Auditores independentes, por tudo que foi possível aprender trabalhando junto com vocês.

Obrigado aos meus amigos físicos e virtuais, por todo o tempo que passamos juntos e por tudo que podemos compartilhar agora.

Obrigado a minha família, por tudo que fizeram por mim.

E, é claro, um obrigado muitíssimo especial para minha namorada Bárbara, por, ano após ano, me convencer de que é com quem eu quero passar o resto da minha vida!

Espero que continuemos todos unidos em 2010, com muita paz, amor, alegria e aprendizado.

Um feliz fim de ano para todos!

Anúncios

Me lambe – Raimundos 23/07/2009

Posted by admivan in Música.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Adoro essa música porque tem uma representação incrível! Muito a ver!

38102

O quê?…O que que essa criança tá fazendo aí toda mocinha?
Vêm, já sabe rebolar, e hoje em dia quem não sabe?
Se ela der mole eu juro que eu não faço nada
Dá cadeia e é contra o costume
Mas se eu tiver na rua e ela de mão dada com outro cara
Eu morro de ciúme!

E eu contente com as malvada, achando que era o tal
E me aparece essa coisinha

Me dê agora seu telefone, outro dia a gente se liga
Eu quero te levar pra onde dá um frio na barriga
Me fala a verdade…quantos anos você tem?
Eu acho que com a sua idade
Já dá pra brincar de fazer neném…

Como a vista é linda da roda gigante
É… tão grande
Acho que ela viajou que eu era um picolé
Me lambe
No parque de diversões foi que ela virou mulher
Das forte
Menina pega a boneca e bota ela de pé

Sinto, amigo, lhe dizer, mas ela é “de menor”
Isso é crime
Seu guarda, se não fosse eu podia ser pior
Imagine

O homem de cacetete disse, quando me algemou,
Que ela só tinha dezessete, que o pai dela era doutor
E que se fosse eu ainda faria igual
Se fosse no ano que vem ia ser normal…