jump to navigation

O medo de Lilly Allen 17/01/2010

Posted by admivan in atualidades, Música.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Fico imaginando: Será que a Lilly Allen assistem BigBrother? Porque ela simplesmente escreveu uma música que fala diretamente dos participantes do Reality Show.

Leiam a letra traduzida abaixo e vejam como ela caracteriza o tipo de pessoa que participa do programa.

[O Medo]
Eu quero ser rica, e quero muito dinheiro
Eu não me importo com inteligência, eu não me importo com divertimento

Eu quero muitas roupas e montanhas de diamantes
E eu ouvi que as pessoas morrem, enquanto tenta pegá-los.

Eu tirarei minhas roupas e isso não será vergonhoso
Porque todo mundo sabe que é assim que se fica famoso
Eu olharei para “The Sun” e olharei “The Mirror”
Eu estou no caminho certo, yeah estou prestes a ser uma vencedora

(Refrão)
Eu não sei mais o que é certo nem o que é verdadeiro
Eu não sei mais como devemos nos sentir
Quando tudo vai ficar claro?
Porque eu estou sendo tomada pelo medo

A vida é sobre estrelas de cinema e não sobre mães
É tudo sobre carros rápidos ultrapassando uns aos outros
Mas isso não importa porque eu tenho cartão de crédito
E é isso que faz da minha vida tão fantástica.

Eu sou uma arma de consumo em massa
E isso não é minha culpa, foi como eu fui programada.
Eu olharei para o sol e olharei no espelho
Eu estou no caminho certo Vou ser uma vencedora

(Refrão)
Eu não sei mais o que é certo nem o que é verdadeiro
Eu não sei mais como devemos nos sentir
Quando tudo vai ficar claro?
Porque eu estou sendo tomada pelo medo

Esqueça sobre armas e esqueça sobre munição
Porquê eu estou matando a todos com minha pequena própria missão
Eu não sou uma santa mas não sou uma pecadora
Tudo está bem Desde que eu esteja emagrecendo

(Refrão)
Eu não sei mais o que é certo nem o que é verdadeiro
Eu não sei mais como devemos nos sentir
Quando tudo vai ficar claro?
Porque eu estou sendo tomada pelo medo

Anúncios

Vingança do Homem 07/01/2010

Posted by admivan in interessante, Leitura.
Tags: , , , , , , , , , , ,
2 comments

Este texto é de Luis Fernando Veríssimo , levemente editado.

Eu nunca havia entendido porque as necessidades sexuais dos homens e das mulheres são tão diferentes.

Nunca tinha entendido isso de ‘Marte e Vênus’. E nunca tinha entendido porque os homens pensam com a cabeça e as mulheres com o coração.

Uma noite, na semana passada, minha mulher e eu estávamos indo para a cama. Bem, começamos a ficar a vontade, fazer carinhos, provocações, o maior TESÃO e, nesse momento, ela parou e me disse:

– Acho que agora não quero, só quero que você me abrace…

Eu falei:

– O QUEEE???

Ela falou:

– Você não sabe se conectar com as minhas necessidades emocionais como mulher.

Comecei a pensar no que podia ter falhado. No final, assumi que aquela noite não ia rolar nada, virei e dormi.

No dia seguinte, fomos ao shopping. Entramos em uma grande loja de departamentos. Fui dar uma volta enquanto ela experimentava três modelitos caríssimos.

Como estava difícil escolher entre um ou outro, falei para comprar os três. Então, ela me falou que precisava de uns sapatos que combinassem a R$ 200,00 cada par.

Respondi que tudo bem. Depois fomos a seção de joalheria, onde gostou de uns brincos de diamantes e eu concordei que comprasse. Estava tão emocionada!!!

Deveria estar pensando que fiquei louco. Acho até que estava me testando quando pediu uma raquete de tênis, porque nem tênis ela joga.

Acredito que acabei com seus esquemas e paradigmas quando falei que sim. Ela estava quase excitada sexualmente depois de tudo isso.

Vocês tinham que ver a carinha dela, toda feliz! Quando ela falou:

– Vamos passar no caixa para pagar, amor?

Daí eu disse:

– Acho que agora não quero mais comprar tudo isso, meu bem… Só quero que você me abrace.

Ela ficou pálida.

No momento em que começou a ficar com cara de querer me matar, falei:

– Você não sabe se conectar com as minhas necessidades financeiras de homem…

Vinguei-me!