jump to navigation

Em 2010, precisa-se de: 31/12/2009

Posted by admivan in Social, Vídeos.
Tags: , , , , , ,
1 comment so far

Vejam esta propaganda do @Santander_br que eu achei simplesmente fantástica.

Destaco a frase: Precisa-se de um mundo melhor para nossos filhos e filhos melhores para o nosso mundo.

Vamos fazer juntos?

Anúncios

Mamonas Assasinas: Ferrenhos críticos ao capitalismo 17/04/2009

Posted by admivan in artigos, Música.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
4 comments

cd-mamonas

Há quem diga que eles não passavam de moleques cantando músicas sem sentido. Quem diz isso, é claro, não prestava atenção em suas letras satíricas, sarcásticas e cheias de críticas e alusões ao absurdo empregado pelo sistema capitalista.

Cito aqui uma das músicas que pode gerar muitas controvérsias. Para os simples observadores, não passa de uma música sem muito sentido lógico, mas para que realmente presta atenção, tem muito a dizer em suas entrelinhas.

Com um letra simples, a música Sabão Crá Crá simplesmente esbofeteia os adeptos do capitalismo selvagem. Pode não parecer, mas esta música conta uma história de um mercado cada vez mais competitivo.

Começamos com uma alusão clara a uma propaganda: Sabão Cra Cra, não deixa os cabelos do saco enrolar.

Percebendo a grande jogada de marketing do Sabão Cra cra, a sua concorrente, Sabão Cre Cre, decide fazer o mesmo, imitando a forma simples e apelativa de propaganda: Sabão cre cre, não deixa os cabelos do saco de pé.

A cada propaganda, os concorrentes vão se tornando mais apelativos. O Sabão Cri Cri, percebendo a perda de market share, decidiu se render aos encantos da simples propaganda feita pelas demais, e lançou a sua: Sabão Cri Cri, não deixa os cabelos do saco caír.

Desesperado, Sabão cro cro contrata os maiores especialistas em Publicidade e lançam a sua melhor cartada: Sabão cro cro, não deixa os cabelos do saco da nó.

Contra isso, seria quase impossível concorrer, uma vez que estavam chegando ao auge do “apelativo”. Contudo, o Sabão Cru Cru investiu milhares de dolares em uma propaganda, que mantinha-se no padrão das demais, mas inovava acrescentando uma musicalidade diferente que cairia, mais tarde, na boca do povo e seria para sempre lembrada. Sabão cru cru, não deixa os cabelos do sacUUUUUUUU… Enrola com os do cu!

Isso mostra o quanto Dinho e seus companheiros eram conhecedores do fervoroso sistema, que exige propagandas apelativas e que tocam nos problemas mais íntimos e humilhante de cada pessoa.

🙂

sigametwittergn

admivan