jump to navigation

Um novo jeito de vi(VER) a vida 03/09/2009

Posted by admivan in Blog e Eu.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Atualmente estou passando pelo período “político” da minha vida. E isso é uma coisa inacreditável pois nunca me imaginei fazendo as coisas que agora faço ou sendo a pessoa que agora sou.

A inquietude empreendedora que “sempre” foi tão forte em mim, agora transferiu-se também para outras partes da minha vida.

Comecei a fazer-me perguntas como “Por que?” e, mais frequentemente ainda, “Por que não?”.

Por quê será que os acadêmicos ‘responsáveis’ pela gestão do curso de administração  (na UFG) possuem tão pouco compromisso com o desenvolvimento intelectual de seus alunos?

Por quê será que a maioria das pessoas acha tão difícil e complexo implantar uma nova metodologia de ensino em uma universidade pública?

Já que parece ser impossível conseguir algum apoio interno, por que não buscar isso fora? Por que não correr atrás de algum apoio que faça com que a gestão de um curso de graduação seja feita pelos próprios graduandos.

Afinal… quem melhor do que estudantes de Administração para Administrar o próprio curso.

É impressionante o capital intelectual que nós temos em mão e que vejo ser desperdiçada dia após dia por uma gestão engessada e retrógrada como a que está sendo feita.

Esta percepção não é nova, mas só agora está me dando aquela sensação de “Sim eu posso”.

Eu posso, e vou, deixar para trás uma marca para ser eternamente lembrada, e vou começar pela minha própria universidade.

Nunca tive medo de lutar por aquilo que acreditava e estou realmente muitíssimo feliz por encontrar pessoas que tem essa mesma iniciativa. Mesmo que discordemos em idéias, discutir acerca disso é gostoso e me faz crescer.

Eu cresci de maneira inimaginável nestes últimos seis meses…

Foi quando entrei para uma multinacional de estudantes e recém-graduados chamada AIESEC. Foi quando vi dois amigos mudando de país. Foi quando eu vi colegas de classe se tornando pessoas com um grande futuro. Foi quando encontrei um emprego que me mostrou uma carreira. Foi quando eu parei de idealizar e comecei a realizar. Foi quando comecei a dizer o que eu pensava de maneira enfática… e foi quando as pessoas começaram a me ouvir… e começaram a me seguir…

Nesses últimos seis meses adquiri um novo jeito de ver a vida.  Somando-se a isso, magníficas leituras, inigualáveis palestras e intermináveis conversas, adquiri também um novo jeito de viver a vida.

Um jeito que faz com que eu não me preocupe com o que não devo me preocupar.

Percebi que só Iniciativa não é suficiente. É preciso ter Acabativa. E eu consegui desenvolver essa competência.

Devo isso exclusivamente ao meu esforço e ao meu trabalho duro, porque faço parte daqueles que acham que o resultado só vem para os que trabalham.

Felizmente, ainda há muito o que se fazer… e nessa busca constante pelo aprendizado, acabamos por descobrir coisas que nos mudam mais uma vez…

E então começamos tudo de novo, do ponto onde havíamos parado.

Eu realmente amo tudo isso.

Sim senhor… 08/03/2009

Posted by admivan in Textos.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
1 comment so far
marionete
circulo1
</br>
Olho pra cima e tento vê-lo:não consigo.
Apenas pelo fato de que Ele não quer.
Não tenho razão própria para existir,
faço o que Ele manda, vivo o que Ele cria.
Parece um estilo dramático de dizer
que não estou feliz… mas
eu estou feliz,
porque assim Ele quer.
E cada passo que dou é controlado,
cada coisa que faço é vigiada,
cada pensamento que tenho é censurado.
Fui criado, moldado, esculpido…sua imagem e semelhança?
muito mais que isso:
seus pensamentos são os meus,
nossos defeitos e virtudes
quase sempre se assemelham.
Sou sua sombra, se assim Ele quiser.
Não participo de um plano real,
sequer possuo vida, sou uma marionete
menos que isso, um punhado de letras, palavras…
Não sou humano.Ele não é o meu Deus.
Sou apenas um personagem
e ele, o meu escritor…
meu criador.

</br>

</br>

Essa é uma homenagem a todos nós, escritores…